Etiquetas

, , , , , , , , , , , ,

Sabe aquela risada tão boa de ser ver? Ela aguarda muitas surpresas.

Já sabia que búfalos conseguem rir, pois sempre que sinto cócegas também acabo rindo. Pesquisadores comparam as risadas de 21 chimpazés, gorilas, orangotango e gorilas com a de três bebês. Eles identificaram 11 tipos de sons e mapearam como eles estavam relacionados. E não é que foi surpreendente! Eles se apresentaram como em uma árvore genealógica. Não só sugerindo a capacidade de rir de um ancestral comum há mais de 10 mil anos, como também se mostrando mais próximos conforme as espécies estão relacionadas (e mais próximas entre si). Este trabalho foi organizado por Marina Ross, da Universidade de Portsmouth, Inglaterra e publicado na Current Biology.

Essa idéia das pessoas se sentirem cada vez mais “civilizadas”, sem poder mostrar o que tem vontade. Cada vez mais mostram como estão tão próximos do animais.Até na risada! Por que não agir com naturalidade para realizar suas vontades, assumir seus gostos e buscar sua felicidade e seus objetivos?

Já escrevi sobre um comportamento ( principalmente das mulheres) que seria interessante de aprender com outros animais. Tudo bem que não era algo pertencente ao seu instinto natural, mas muit útil: “Não sabe qual roupa escolher antes de sair? Copie as formigas!” 

Nos campos de búfalos, sempre que tenho vontade de correr faço isso. Aquele vento gostoso na cara. Deixo as atividades para depois. Primeiro aproveito o que estou com vontade. Sempre tem um búfalo ou uma búfalo que vem logo dar uma bronca para que faça o que tinha que fazer. Mas logo acho um tempo e corro de novo. Escorrego na grama e fico rindo, olhando para as nuvens.

 

Até mais,

Búfalo