Etiquetas

, , , , , , , , , , , , , , ,

Tenho visto as reportagens sobre a Campus Party 2009 – a maior feira de tecnologia do Brasil. Apesar do que parece, terá sido uma grande feira? Tentou-se reunir blogueiros de toda variedade (não foi dessa vez que me convidaram!), sem sucesso. Longe de ser unanimidade, a feira gerou várias críticas sobre seus objetivos, uma delas sobre o patrocínio da Telefônica – uma das empresas com maiores reclamações no Procon. Ano passado contribuiu com 40% da Campus Party. Mas qual o interesse da feira além do nome de maior feira de tecnologia do Brasil? Só o nome já se impõe. Não posso falar muito, afinal não participei, mas não vejo tão positivo assim.

Mesmo com o fato de ter uma conexão super rápida, ponto de encontro de pessoas interessada na internet e nos computadores, da exposição de tecnologias futuras, não se chega a indicar novas tendências, com empresas interessadas e todo aquele enfoque. Por exemplo as tradicionais feiras de entretenimento que apontamento os lançamentos do ano ou mesmo as tradicionais palestras da Microsoft, Apple, Sony.

Não que isso desmereça a feira, porém a de maior relevância está a ser a Campus Party. Pelas tradicionais razões – preços, pouco consumo de eletrônicos.

Contudo ainda é um lugar de entretenimento. Aos que se divertem nela, que tenham aproveitado.

Até mais,

Búfalo