Etiquetas

, , , , , ,

Realizaram uma pesquisa para testar várias emoções de um cachorro. Fizeram com que eles cumprissem algumas tarefas e distribuiam prêmios aos mesmo. Quantas vezes você não pediu que se cão obedecesse, mas nada? Ou ele não fez como esperava? Pode ser que agora descubra o que ele queria. Então, verificaram que quando um cão recebia algum prêmio ou um prêmio maior e o outro não pela mesma tarefa este começava a se comportar de modo estranho, estressado, coçando-se, lambendo-se. Pois é, aparentemente não é nada, mas a pesquisa realizada com um grande número de cães, aleatoriamente, comprovou não ser tão inocente. Ora, o seu melhor amigo quer a recompensa que tem direito!

Além disso, eles se recusaram a “cumprimentar” e interagir com outros animais caso eles não ganhassem também algo, segundo o psicólogo de comportamento animal Friederike Range, da Universidade de Viena. Isto demonstra um sentimento semelhante à inveja ciúmes. Assim como nós ficamos emburrados quando não nos agrdecem pelo que fazemos, ou elogiam aquilo que parece tã bom (vai dizer que nunca te ocorreu isto?), o mesmo pode acontecer como os animais não humanos.

Existem várias histórias de que animais, como cachorros, não pensam, mas cada vez que surgem mais progressos em neurociência animais, mais se descobrem que eles pensam e conseguem analisar situações.

Outra experiência parecida foi verificada analisando-se o olhar de cães. Notou-se que eles prestavam atenção à aparência e emoções do rosto humano; mesmo em um amplo ambiente, apenas reparavam em nosso rosto.

Não se pode dizer que são experiência sem base. Pelo contrário.

E ainda dá para perceber muito mais. Cada vez mais é um elogio ser comparado com seu cachorro. Quando alguém te chama de “cachorro” o melhor a fazer é agradecer. Talvez tenha até algum interesse por trás. Afinal, você poderia ser algo bem ruim.

 

Até mais,

Búfalo