Etiquetas

, , , , , , , , , , , , ,

Pois é, ranking divulgado pela empresa de recursos humanos Mercer analisou as cidades mais caras para turistas. Por incrível que pareça, das 50 cidades mais caras, apenas Nova Iorque representava os EUA. Já os brasileiro podem sentir-se felizes. Temos 2, São Paulo na 25ª posição e Rio de Janeiro, na 31ª posição.

Moscou foi eleita pela terceira vez seguida a cidade mais cara do mundo, que contou também com Tóquio, Londres, Oslo, Seul, Hong Kong, Copenhague, Genebra, Zurique e Milão entre as 10 mais caras do mundo, nessa ordem.

Enquanto, por aqui o Brasil não é hexacampeão no futebol, Assunção – Paraguai pode comemorar como cidade mais barata, na 143ª posição.

É interessante que eles analisaram apenas para turistas. Assim, a desvalorização do dólar é um dos fatores de grande impacto na avaliação para turistas, não só porque barateia os produtos para quem paga por moeda estrangeira como também todas as passagens internacionais são cotadas em dólar.

Nas grandes metrópoles, como São Paulo e Rio de Janeiro e o custo para moradores é bem alto. Para ir numa festa, sair de balada, comer, comprar um presente, um carro. Tudo está bem mais caro do que antes.

Seria interessante analisar o custo para seus moradores.

Uma notícia apenas curiosa…

Abraço,