Etiquetas

, , , , , , , , , , ,

Foto: AFP.         A parte da polêmicas que rodam um dos homens mais ricos do mundo, Bill Gates se aposentou da Microsoft. A despeito disso, ainda exercerá a presidência do conselho.  O fato de se aposentar da Microsoft, no mundo empresarial, se relaciona a cargos executivos, portanto, amesmo ainda exercendo a presidência do conselho, foi considerado pelas principais mídias se depedindo da empresa.

Bill Gates é o principal representante da revolução tecnológica, que vivemos mais intensamente a partir da última década. Com a invenção de seus sistemas operacionais, Windows o mais conhecido, cada computador das casas passaram a contar com a Microsoft dentro delas. Claro que hoje já existem alternativas, mas nenhuma que realmente ameasse o seu legado.

O maior motivo da queda da Microsoft não é realmente uma certa resistência ao Windows, mas a falta de continuidade da revolução tecnológica que a própria empresa começou. Hoje, antes da grande importância que os softwares simplesmente exerciam, eles vem atrelados ao grande poder da internet. E nisso a empresa não anda muito bem! Suas tentativas pelo mundo virtual não foram muito frutíferas.

E com tudo isso, Gates está se despedindo da empresa que fundou com seu amigo, Paul Allen, há pouco mais de 30 anos para se dedicar a organização filantrópica, financiada com seu dinheiro, Bill & Melinda Gates.

Vamos ver como tudo será o futuro dela a partir de agora.

Mesmo com todas as controvérsias a respeito de Bill Gates, ele foi um ótimo administrador, com uma boa visão de futuro para a empresa., que levou a Microsoft à empresa de tecnologia mais cara do mundp ( só sua participação acionária de uns 8% vale U$20 bilhões, isso mesmo!)

Um fato curioso: várias pessoas importântes da geração dele para a internet não completaram a faculdade. Ele largou a de Direito, em Harvard, Steve Jobs, criador da Apple – famosa por seu iPod – e Will Wright, criador da série de jogos, The Sims, Sim City, também não.