Estava vendo que a sonda norte-americana Phoenix enviada pela Nasa à Marte encontrou vestígios de gelo, mas faltavam mais dados para confirmação.

Fico imaginando se fosse possível nos mudarmos para um país, talvez com água e nós levando os gases, terra, minerais que necessecitamos. Isto já foi tema de ficção científica, mas o que aconteceria na prática?Hoje o planeta já está destruído sendo que precisamos bastante dele. Aquela terra azul vista por Yuri Gagarin já não é mais tão azul, se não tivermos mais dependência da mãe natureza da terra para sobrevivermos aí o que acontecerá com ela? Talvez se for irreversível a mudança dela, incentivaríamos sua destruição? Se tornaria o lixão da população, com fábricas poluentes lançando seus materias tóxicos, enormes buracos de onde retiraram os minerais, animais e vegetais para levar ao outro planeta? E muito desses seres vivos ficariam largados sozinhos, talvez até espécies novas desconhecidas. Se não precisácemos trataríamos realmente com désdem nossa bela mantém natureza.

Além de outra questão. E a inspiração para poetas e artista? De onde viriam. Da vermelhidão de um Marte no espaço ou da escuridão de galáxias? De pessoas tristes com saudade de sua Terra natal ou de visitas monitoradas ao planeta sujo?

Essa deveria ser a realidade por trás da ficção científica que nunca foi discutida. E quem sabe um dia infelizmente não tentem tornar realidade. Embora eu ache impossível de acontecer. Ainda mais agora que o grande, criativo e com boas previsões, Arthur C. Clarke morreu.